Face-to-Face

A importância das reuniões Face-to-Face

Quando falamos de networking, uma das coisas mais importantes é mantermos regularmente reuniões face-to-face com nossa rede de relacionamento.

Estas reuniões isoladas têm como objetivo nos aproximar da pessoa que estamos conversando e entendermos detalhadamente o que esta pessoa faz e como faz. É aqui que vamos começar a gerar conexão emocional, reciprocidade e transferir nossa reputação.

“Poucas coisas acontecem se eu não me conecto emocionalmente e não transfiro minha reputação e credibilidade para minha rede de relacionamento”.

Veja como isto faz sentido:  Na década de 90, Harvey Mackay ficou famoso nos EUA ao lançar o “ Mackay 66”, que trata-se de um formulário com 66 perguntas  pessoais e comerciais que ele implementou com sucesso no processo de venda tradicional. Os vendedores começaram a adotar este processo e se saíram muito bem.

Qual é a lógica do Mackay 66? “Quanto mais informações você tiver, melhor, pois será mais fácil gerar reciprocidade, cultivar o relacionamento e sentir-se suficientemente à vontade para fazer a venda”.

Nesta ciência social chamada Networking é a mesma coisa. Precisamos, em primeiro lugar, criar uma conexão emocional com nossa rede.

Ao contrário do processo de venda tradicional, não basta apenas ter informações sobre as pessoas, é necessário entender suas necessidade e prioridades para estabelecer com elas uma conexão forte o bastante para fazer o relacionamento avançar para o próximo nível. Os pontos em comum são as chaves para esta conexão. Estes pontos podem ser: histórias pessoais parecidas, experiências vividas, desafios vencidos, hobbies etc.

Depois que identificamos os pontos em comum, partimos para as questões comerciais.

Ninguém indicará você, sem tem a certeza de que você é capaz de entregar aquilo que se propõe a fazer”.

Esta etapa é quase uma declaração de competência: é você falar do que se orgulha de ter feito, como são seus produtos e serviços, o que você entrega, como entrega, quais seus cases de sucesso, qual o perfil de um bom cliente para você etc.

Lembrando que esta reunião não tem o objetivo de uma venda direta.

A reunião face-to-face é importante porque abre o caminho para que eu possa navegar em outras redes e obter oportunidades de negócios que podem inclusive, mudar a história da minha empresa.

Somente quando nos conectamos emocionalmente, identificarmos pontos em comum e  conseguimos passar segurança e credibilidade em relação aos nossos produtos e serviços é que as oportunidades de negócios começarão aparecer.

Nada tira a importância de uma reunião face-to-face, para geração de negócios. Me arrisco a dizer que 60% de tudo o que você pode conseguir através da sua rede de relacionamento, será por meio de reuniões face-to-face.

Agora, desafio você a agendar uma reunião face-to-face com alguém da sua rede de relacionamento. Conecte-se com essa pessoa, entenda o que ela faz, procure ajudá-la e verá o efeito da reciprocidade voltando com oportunidades de negócio para você também.

Abraços e até a próxima

Renato Martiniano

Renato Martiniano

Especialista em Networking, Fundador e CEO do Connection

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

1 Comentário

  • Tenho 2 meses de Connection minha experiência tem sido fantástica. As reuniões face to face nos permitem conhecer melhor os participantes do grupo além de passarmos a entender um pouco sobre o negócio de cada integrante. Dessa forma nossas indicações são mais assertivas e geram mais resultados.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Renato Martiniano

Renato Martiniano

Especialista em Networking, Fundador e CEO do Connection

Compartilhe com sua rede

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Open chat
Podemos ajudar?